Notícias e Eventos

P&D Brasil participa do Lançamento do e-book POLÍTICAS DE INOVAÇÃO PELO LADO DA DEMANDA NO BRASIL



O livro é dividido em três partes que analisam a inovação nacional pela visão da demanda, ou seja, ações do Estado, por meio de compras públicas e regulação, por exemplo, voltadas para a indução de inovação. A primeira seção contextualiza e conceitua temas tratados na obra, dialogando com a segunda, onde são estudados alguns casos brasileiros que ajudam na compreensão das políticas de inovação.

 

Entre os seis casos nacionais analisados, está a decisão da Força Aérea Brasileira (FAB) de encomendar o desenvolvimento de uma nova aeronave (KC-390) e não simplesmente comprá-la de fora, o que gerou importantes competências tecnológicas na cadeia aeronáutica nacional. Essas competências podem ser observadas na Embraer, mas também em uma série de pequenos produtores nacionais. Nesse sentido, o livro mostra que a construção da maior infraestrutura de pesquisa do Brasil (projeto Sirius) exigiu a criação de tecnologias nacionais em diversas pequenas empresas de São Paulo e também na empresa WEG.

 

A obra também destaca que existe um enorme poder de mercado ainda não totalmente explorado no SUS. O atual volume de aquisições do governo federal permite que os gestores públicos negociem condições de preço e de transferência de tecnologia extremamente vantajosas para o país. 


De forma geral, o livro defende que é possível aumentar a produtividade dos dispêndios brasileiros em ciência, tecnologia e inovação por meio do emprego consciente da compra pública e da regulação. A última parte da obra aborda casos internacionais, concluindo com três textos que apresentam experiências dos Estados Unidos e da União Europeia em políticas de inovação pelo lado da demanda.

 

O tema central do e-book não desconsidera o atual momento econômico nacional, com propostas que questionam modelos existentes, como ressalta a introdução da obra: “Por que a compra pública não deve considerar outros elementos além do óbvio preço de mercado? Por que a regulação não é utilizada de forma a considerar consequências outras que não suas ações mais imediatas? Ou, finalmente, por que não usar a rotina administrativa do Estado para que este cumpra sua função social de forma mais inteligente e consciente?”. Para responder essas perguntas, a publicação apresenta sugestões de inovação pelo lado da demanda que podem ser acessadas no Portal Ipea.

 

 

Acesse o livro no link http://www.ipea.gov.br/portal/index.phpoption=com_content&view=article&id=30404&Itemid=424

 

 

Fonte: IPEA

 

SCN Qd. 05 bloco A n° 50
Brasília Shopping - Torre Norte / Sala 926
Bairro Asa Norte - Brasília - DF
CEP 70715-900
61 3326 9977
pedbrasil@pedbrasil.org.br